Dioguito, do Bangão

Sexta-feira passada (12/8/11), o músico angolano Bangão teve uma noite memorável no espetáculo Estrelas do Semba, promovido pelo Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, Angola. Estrela das estrelas, Bangão apresentou-se durante quatro horas.

Como sempre, estava em alto estilo e recebeu merecidos elogios nas notícias culturais no fim de semana. Nas textos, referências não só a seu talento musical, mas aos vários ternos (fatos, por aqui) que desfilou ao longo da apresentação. Aliás, o cuidado com as vestimentas sempre é notável nas apresentações de Bangão.

Bangão é tratado por príncipe do semba. Nascido a 27 de setembro de 1962, em Luanda, capital de Angola, começou sua carreira em 1974, como participante do grupo Tradição. Em 1976 e 1977 integrou, como vocalista, o grupo Processo de África. Mas a primeira vez que subiu a um palco para um concerto foi em 18 de outubro de 1978 como integrante do grupo Gingas Kakulo Kalunga.

De 1989 a 1992 fez parte do conjunto Nzimbo e gravou, em 1992, o CD Sembele. Em 1996 venceu o prêmio Liceu Vieira Dias, com o tema Kibuikila (Peste), acompanhado pela banda Maravilha. Em 1999 foi convidado a fazer parte da banda Movimento, como vocalista. No mesmo ano, ganhou a primeira edição do concurso Semba de Ouro, com a canção Kangila (pássaro agourento).

Em 2003 é consagrado como um dos maiores intérpretes da música popular angolana, ao ganhar os prêmios de Música do ano (Fofucho), Voz masculina do ano e Preservação, pela sua incessante defesa da música popular angolana, todos pela Top Rádio Luanda. Em 2005 foi vencedor do Top dos Mais Queridos.

Ao longo de sua carreira, Bangão já participou em espetáculos em Portugal, Argentina, Namíbia e Brasil, onde dividiu o palco com Gilberto Gil.

Uma das músicas que marcam sua carreira foi sugerida para a Quinta Quente pelo David Borges. Demorei um pouco para divulgar, em busca da letra. Mas, como não encontrei mesmo, aí vai Dioguito. Se alguém souber a letra (e tradução também), os leitores do Mosanblog agradecem.

Veja mais sobre a apresentação no Centro Cultual e Recreativo Kilamba em notícia da Agência AngolaPress.

Leia sobre a carreira do artista no portal Mwangole.net.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2011/08/18/dioguito-do-bangao/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Dioguito é genial! Finalmente! 😀

    • Finalmente? Para quem está no tempo daí pode ser, para quem está no daqui é: na hora.

      Sugiro que leia o blog Devagar – que melhor nome poderia ter um blog de alguém de fora que vive aqui? – para entender do que eu falo. Aqui o tempo é outro, meu caro… rsrsrsrs

      Beijo.

      P.S. E ainda tenho outras sugestões suas guardadas. Virão, no tempo certo. 😉

  2. Antes de falar da música não tem como deixar de registrar a elegância do Bangão: não só o “fato” todo bordado, mas e o sapato hein? Diferentaço! Todos os vídeos que visitei tem a marca do capricho na apresentação, além do inseparável chapéu! Adorei tudo, mesmo não tendo idéia do que ele estava cantando rss. Mas as minhas preferidas, além da sua escolha, são Fofucho: http://youtu.be/RlnK6cjUi7g e Kakixaka que tem um balanço incrível… Gente já estou ficando confusa se gosto mais das músicas de Cabo Verde ou de Angola: parecem dois países disfarçados de gravadora kkk. Bjs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: