Azagaia preso

No dia 29 de julho, as notícias chamavam para o lançamento do novo vídeo do cantor Azagaia, o rapper mais falado de Moçambique nos dias de hoje. O lançamento seria no Gil Vicente Bar e o vídeo objeto do evento é o da música A minha geração. No evento, seria apresentado também o tema Primeira carta para o ministro da Cultura, que abriria a série denominada pelo cantor de Aza-leaks (como referência aos WikiLeaks).

Poucas horas antes do show, a notícia na televisão era de que Azagaia havia sido preso, por ser encontrado com maconha. Agentes da Polícia de Investigação Criminal (PIC) teriam mandado parar o carro onde Azagia se encontrava por estar com o farol quebrado. Na revista do veículo, encontraram a droga. O artista foi levado para a esquadra (delegacia aqui).

Alguns veículos de comunicação, como o @ Verdade, informaram que a quantia da droga era irrisória e que outra pessoa não teria sido detida por isso. De acordo com a voz corrente na rua, Azagaia foi detido para ser intimidado por suas músicas.

No meio do dia desta segunda-feira, foi divulgada a notícia de que Azagaia já estava em liberdade. Veja no @ Verdade. Em entrevista, ele não confirma nem desmente a acusação de posse de drogas. Tudo que disse é que os jornalistas deveriam perguntar o motivo da prisão à polícia, que é quem o acusa.

Quando se atua em organizações na luta por uma causa, por um ideal, uma das coisas que se aprende é que se deve sempre dar um bom exemplo, não se envolver com drogas, não beber demais, ser o mais honesto e correto possível. Isso, justamente, para não dar margem a usarem outras ações suas como razão para deter e calar a voz de um ideal.

Azagaia deveria ter sido orientado para isso. Ele quer enfrentar o governo. O governo aqui se apresenta como democrático, que dá liberdade de imprensa e de manifestação. Apesar de haver quem argumente que, nos bastidores, a verdade não é bem essa. Mas se o governo quer continuar parecendo democrático, não prenderia e censuraria o artista por sua música. Teria mesmo que encontrar outra desculpa. Se Azagaia não tivesse dado a desculpa, como seria calado? Se ele quiser ser um líder e contribuir de fato com a mudança, terá que começar a mudar dentro de si.

Azagaia já foi antes processado pela Procuradoria Geral da República, acusado de atentar contra a segurança do Estado através de uma música e vídeo que produziu logo a seguir às manifestações populares ocorridas em Maputo em fevereiro de 2008. A música era O povo no poder. O processo acabou por ser arquivado. Mas deveria ter sido um alerta para o artista sentir que não passa despercebido.

Ele também é autor de outra música muito forte, As mentiras da verdade, que levanta suspeitas sobre a história contada a respeito da morte do primeiro presidente de Moçambique, Samora Machel, fala de outras mortes mal explicadas, do uso da pobreza para enriquecimento de alguns, do comprometimento da mídia com o governo, de traições e torturas na revolução, do neocolonialismo, enfim, fala muito. Mas pode falar. A música está no Youtube, o músico faz shows, as pessoas nas ruas cantam.

Eu acredito que, com essas letras que faz e a tentativa de esclarecer o povo sobre sua realidade, esse homem é mesmo uma pedra no sapato do governo. Mas ele tem que perceber a importância de seu papel na sociedade e ser o melhor exemplo de correção, de honestidade, de cumprimento da lei. Assim, quando for preso novamente, não haverá dúvidas sobre as razões.

Hoje não é Quinta Quente, mas vamos ouvir As mentiras da verdade, para conhecer um pouco mais da contundência das letras desse músico.

I
E se eu te dissesse
Que Samora foi assassinado
Por gente do governo que até hoje finge que procura o culpado
E que foi tudo planeado
P’ra que parecesse um acidente e o caso fosse logo abafado

E se eu te dissesse
Que o Anibalzinho é mais um pau mandado
Que não fugiu da Machava mas foi libertado
Pelo mesmo sistema judicial que o tem condenado
E o mais provável é que ele agora seja eliminado

E se eu te dissesse
Que Siba-Siba,
Coitado foi uma vítma
Da corja homicida
Que matou Cardoso na avenida
Não Anibal e a sua equipa
Condenados pelos media
Mas a mesma que deixou
Pedro Langa sem vida

E se eu te dissesse
Que Moçambique não é tão pobre como parece
Que são falsas estatísticas
E há alguém que enriquece
Com dinheiros do FMI, OMS e UNICEF
Depois faz o povo crer
Que a economia é que não cresce

E se eu te dissesse
Que a oposição
Neste país não tem esperança
Porque o povo foi ensinado a ter medo da mudança

Mas, e se eu te dissesse
Que a oposição e o governo não se diferem
Comem todos no mesmo prato
E tudo está como eles querem

E se eu te dissesse
Que a barragem Cahora Bassa não é nossa
É d’um punhado de gente que ainda vai encher a bolsa

E se eu te dissesse que há jornais
Que fabricam informação
P’ra venderem mais papel e ganharem promoção
E que são os mesmos que nos vendem
Aquela imagem de caos
Que transformam simples ovelhas em lobos maus

E se eu te dissesse
Que há canais de televisão comprometidos
Com o governo e só abordam os assuntos permitidos
Que esses telejornais já foram todos vendidos
Vocês só vêm o que eles querem
E eles querem os vossos sorrisos

E se eu te dissesse
Que o Sida em Moçambique é um negócio
ONGs olham para o governo como um sócio

Refrão:
Porque nem tudo que eles dizem é verdade — é verdade
Porque nem tudo que eles não dizem não é verdade — é verdade

Eles fazem te pensar que tu sabes — mas não sabes
Cuidado com as mentiras da verdade — é verdade
(2x)

II
Se eu te dissesse
Que a história que tu estudas tem mentiras
Que o teu cérebro é lavado em cada boa nota que tiras
Que a revolução não foi feita só com canções e vivas
Houve traição, tortura e versões escondidas

E se eu te dissesse
Que antigos combatentes vivem de memórias
Deram a vida pela pátria e o governo só lhes conta histórias
Quantos nos dias de hoje dariam metade que eles deram?
Em nome de Moçambique, nem os que vocês elegeram

E se eu te dissesse
Que o deixa andar não deixou de existir
Veja os corruptos a brincar de tentarem se impedir
Comissões de anti-corrupção criadas por corruptos
A subornarem-se entre eles p’ra multiplicar os lucros

E se eu te dissesse
Que as vagas anunciadas já têm donos
Fazemos bichas nas estradas mas nem sequer supomos
Que metade das entradas pertencem a esquemas de subornos
Universidades estão compradas mas que raio de merda somos?

E se eu te dissesse
Que o teu diploma de engenheiro não é p’ra hoje
Enquanto saem 100 economista, engenheiros saem 2
Lares universitários abarrotados de gente
Vai ver as pautas a vermelho e os docentes indiferentes

E se eu te dissesse
Que neste país os estrangeiros é que mandam
Tem o emprego e o salário que querem e ainda mandam
Meia dúzia de nacionais p’ra rua
É o neocolonialismo da maneira mais crua

E se eu te dissesse
Que a cor da tua pele conta muito
Quanto mais clara, mais portas que se abrem é absurdo
Os critérios de selecção p’ra emprego
Vais p’ra empresas tipo bancos e não encontras nem um negro

E se eu te dissesse
Que a polícia da república é uma comédia
São magrinhos, sem postura e vendem-se por uma moeda
Agora matam-se entre eles traição na corporação
Afinal de contas quem é o polícia, quem é ladrão?

E se eu te dissesse
Que há bancos que financiam partidos
E meia volta aparecem com os cofres falidos…

Refrão (até o fim)

(letra retirada do site Just Some Lyrics)

Leia no Canalmoz sobre o lançamento do clipe A minha geração.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2011/08/01/azagaia-preso/trackback/

RSS feed for comments on this post.

14 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Mano azagaia é mau you are the best .

  2. mano aza forxa n dzista dos seus sonhos nem sua vontanda senpre moz tara t apoiando parabes e forxa

  3. Mano AZAGAIA eh um altruista,gosto de suas intervencoes,Continue a desmascarar este bando de Corruptos e Corruptores! Sabemos k a historia de Suruma no carro foi elaborada pela policia,portanto, evite akeles k te tem como alvo! Claro k o k se vive eh neocolonialismo da forma + crua! E nao entendo como alguem k recebe mal vai se empenhar tanto em prender pessoas k dizem a verdade!

  4. ele revelou coisas q n sabiamos

  5. Exe jovem vai dar dar o k falar pk o governo da frelimo xta ameçado pk ele ganhou a parte mais importante duma nação(POVO).eles(frelimo) tentaram d tudo e pr tudo incriminá-lo.

  6. Concordo plenamento com o comentario da Lucia Agapito…me pos em gargalhadas

    • 🙂

  7. Esse gajo fuma mesmo,notei da ultima vez k foi ao balanco geral ele xtava fultuar…se conseguisse largar seria melhor
    Xai-Xai

  8. Ja qui se trata de um artista,e qui no mesmo di iria apresentar o seu novo disco,ele tinha a razao de drogar um pouco pra puder enfrentar o publico.uma coisa ele tem qui ter precauçoes em tudo qui vai fazer porqui ta perante uma pedra no sapato do governo.Nicolas

  9. Concordo com a Lúcia Agapito. QUEM TEM RABO DE PALHA NÃO DEVE BRINCAR COM O FOGO. Com as músicas interventivas que o Azagaia faz, que são bem claras para quem tem ouvidos para ouvir, ele procuraria estar longe de qualquer comportamento que denegrisse o sem caminho. A Suruma, apesar de se dizer aqui que estava em quantidades irrisórias, é um produto legalmente proibido em Moçambique, daí que o Mano Azagaia procuraria no máximo se distancias desta droga e doutras.

    • E não é vero? 🙂

  10. Eu acho que uma coisa nao tem a ver com a outra. Uma coisa nao invalida os argumentos e o pensamento das pessoa, nesse caso o consumo da marihuana… ou nao. Nada a ver mesmo.

  11. O sistema é bruto e já diz o ditado: “quem tem rabo de palha não deve brincar com fogo”…

  12. O Jovem precisa ter juízo. Não se enfrenta o sistema de frente e assim tão descaradamente. Admiro a coragem (ou burrice…não sei). Como muitos outros, ele corre o risco de um acidente ou de uma bolsa de estudos no exterior…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: