Pretória em um dia

Apesar de ser pouco conhecida mundialmente, Pretória é a capital da África do Sul. Capital administrativa. Foi fundada em 1855, por Andries Wilhelmus Jacobus Pretorius. A capital legislativa é Cidade do Cabo e a capital judiciária é Bloemfontein. Mas, e Joanesburgo? Apesar de ser mais conhecida e a maior cidade da África do Sul, não é oficialmente uma capital do país. No entanto, acaba por ser a capital financeira.

Pretória é uma cidade compacta, fácil de ser conhecida em um dia. Tem uma parada obrigatória, que é o Union Buildings. Ele abriga a sede do governo da África do Sul e é também residência oficial do presidente do país. Projetado pelo arquiteto Herbert Baker, tem estilo inglês e forma semicircular, com 285 metros de comprimento de uma ponta a outra. Fica no alto de uma colina, seguindo pela Church Street. Lá de cima se pode ver boa parte da cidade. Data de 1910.

jardim do Union Buildings

No alto, o Union Buildings

O que mais impressiona no local é o belíssimo e gigantesco jardim logo à frente do edifício. Ele serve de terraço à construção e se estende até a parte baixa da colina. Muito bem cuidado, abriga diversas espécies da flora local e algumas estátuas alusivas à história do país.

jardim do Union Buildings

edifício Raadsaal

edifício Raadsaal

Depois, tem outro ponto interessante para turistas, que é a Church Square. No centro da cidade, a praça tem em sua volta diversas construções históricas como, por exemplo, a Raadsaal, construída em 1890, que abrigou o parlamento da República dos Bôeres, e o Palace of Justice, construído em 1899, e funcionou como hospital militar britânico até o ano de 1902. No centro da praça, fica a estátua de Stephanus Johannes Paul Kruger, presidente da República Sulafricana de 1881 e 1902.

Nos arredores da cidade, um pouco afastado, está o monumento Voortrekker, que homenageia os pioneiros brancos sulafricanos (especialmente de origem holandesa), que deixaram a Cidade do Cabo em 1830 para fugir dos ingleses. Conhecidos como bôeres, africânderes ou ainda africâners, esses brancos travaram violentas batalhas contra os zulus (povo original da região), até a conquista final do território, em 16 de dezembro de 1938.

Voortrekker

Eduardo e Guilherme em frente ao monumento Voortrekker

O monumento tem 40 metros de altura e base de 40 x 40 metros e foi projetado pelo arquiteto Gerard Moerdyk. Não que o monumento não seja interessante, mas vale mais pela vista do que por qualquer outra coisa. De sua entrada é possível ter uma visão completa de Pretória.

vista de Pretória do Voortrekker

Dentro, é possível ver painéis com a história da colonização sob o ponto de vista dos africâners. Logo ao lado, outra construção, inagurada em 2008, abriga o Heritage Centre: um museu que conta a história dos brancos na África do Sul, a luta entre africâners e ingleses e a conquista gradual do território.

No geral, tanto em uma construção como em outra, o que se vê é a valorização dos pioneiros brancos que chegaram à África do Sul e teriam agido com coragem e bravura. De certa forma, essa parada na viagem ajudou a compreender outra parada, mais adiante, em Joanesburgo, no museu do Apartheid. Na verdade, o regime de segregação de brancos e negros, que se oficializou em 1948, já se desenhava há muito tempo.

Para os fãs de futebol, tem ainda outra parada obrigatória: o estádio Loftus Versfeld, o mais antigo dos estádios da Copa de 2010, inaugurado em 1906. Ele pertence ao time de rugby do Blue Bulls e tem capacidade para receber 51 mil espectadores.

estádio Loftus Versfeld

Guilherme na frente do Loftus Versfeld

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2011/07/09/pretoria-em-um-dia/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Woah! I’m really loving the template/theme of this blog. It’s simple,
    yet effective. A lot of times it’s very hard to get that “perfect balance” between usability and visual appearance. I must say that you’ve done a very good job with
    this. Additionally, the blog loads very fast for me on Opera.
    Superb Blog!

  2. […] do Cabo, a quarta cidade que conheço da África do Sul. As outras foram Nelspruit, Joanesburgo e Pretória, sem contar o Kruger Park, que é um mundo à […]

  3. Uau! Como eu sempre digo, Mosanblog é cultura! Sempre tive curiosidade sobre essa história das capitais da África do Sul: Pretória X Cidade do Cabo e agora ainda entrou essa Bloemfontein rsss. Sem falar que a maioria pensa que a Capital é Joanesburgo. Podiam oficializá-la logo como capital financeira para completar o quarteto, não é mesmo? Lindíssimos os jardins e a arquitetura do Union Buildings! Além da vista, eu também gostei dos detalhes da arquitetura do Voortrekker e da carinha do Guilherme hahaha. Bjs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: