ONG Power Point

Juntando as informações que escrevi no post exatamente anterior a este, sobre a ONU e os Objetivos do Milênio na África e o comentário que a Tânia Aguiar fez no mesmo texto, lembrei de uma situação que seria engraçada se não fosse triste, mas que existe aqui em África.

Algumas pessoas mais esclarecidas daqui, que conseguem perceber o quanto o mundo investe em não diminuir a pobreza, a miséria, as doenças e tudo de ruim que vivemos, rotulam algumas organizações não governamentais como ONG Power Point. Isso mesmo, o nome daquele programa de computador que ajuda a montar apresentações. Você pergunta se tal entidade faz um bom trabalho e já dizem: “Essa aí? Essa aí, não, essa é ONG Power Point“.

A ONG — Organização Não Governamental — Power Point é uma instituição que arrecada dinheiro de almas bem intencionadas no exterior para executar um projeto em África. Pode ser um projeto sobre saúde, por exemplo, onde as pessoas aprenderiam a importância de consumir água tratada, algo sobre higiene pessoal e prática de sexo seguro. Um consultor bem remunerado vem se instalar em um hotel não menos que três estrelas em Maputo, recebendo em euros ou dólares, e faz contato com alguma comunidade carente que nunca viu escova de dentes, camisinha ou filtro de água. Então, marca um dia para fazer uma palestra para a comunidade.

Todos se juntam debaixo da árvore, prontos para ouvir o que o estrangeiro vai ensinar. O estrangeiro desce de seu jipe alugado 4×4 carregando seu equipamento, liga seu notebook, liga o retroprojetor com bateria ou gerador, abre uma tela e fica lá por uma hora mostrando bonitos slides coloridos de como se deve escovar os dentes, limpar os cabelos, usar camisinha, etc. etc. etc. Claro que ele faz fotos do momento, para poder prestar contas aos doadores dos recursos. Provavelmente, quem faz as fotos é o assistente que também está instalado em Maputo.

Depois, eles vão embora. Se for uma ONG bem intencionada, ainda deixam meia dúzia de camisinhas e escovas de dentes. Em outros casos, nem isso.

De volta ao quarto do hotel preparam um bonito relatório, com muitas fotos, de como as 200 pessoas da comunidade tal foram capacitadas, com workshops e doação de utensílios e não mais terão problemas de higiene pessoal. Ele não conta no relatório, claro, que as pessoas mal falavam português e não entenderam 90% do que ele falou. Também não contam que elas ficaram mais encantadas com as luzes reproduzidas na tela do que com qualquer das imagens lá apresentadas. Ah, não contam, claro, que as camisinhas, escovas, etc. depois de duas semanas já não exisitiriam mais. Enfim, eles prestam contas da viagem e voltam depois de uns dois meses com uma bonita história para contar.

As pessoas da tal comunidade? Ficam lá, cumprindo seu destino, a espera de outro visitante power point.

Anúncios
Published in: on 23/04/2011 at 08:54  Comments (4)  
Tags: , , ,

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2011/04/23/ong-power-point/trackback/

RSS feed for comments on this post.

4 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Olá Sandra. Obrigada por manter-nos informados. Realidade triste essa. De qualquer maneira, quero pensar que existem pessoas e entidades sérias que realmente se preocupam pelo bem-estar do outro. Com certeza essas são minoria, mas existem.
    Abraço!

  2. Sou Missionária da Diocese Católica de Lichinga sediada na mesma cidade provincia do Niassa- Moçambique, fui nomeada para ser presidente da comissão de Educação da Diocese pois temos Escolas, Lares de jovens estudantes que vem do mato para estudar nos distritos, jardins de infancia, escolinhas comunitárias todos estes estabelecimentos de encino são promovidos pela Diocese para que todas as crianças e jóvens tenham a possibilidade da aprender a ler, estão em sitios que o governo ainda não chegou .
    li algo da vossa ONG e o que está escrito é verdade pessoas que não fazem nada e ganaham balurdios e nós aqui no terreno lutamos todos os dias para dar um pão a uma criança que não tem nada para comer, jovens mal nutridos que lutam pela sobrevivencia batem-nos à porta a pedir ajuda mas a nossa impossibilidade às vezes paraliza-nos as mãos porque nada temos para oferecer porque estamos aqui a trabalhar sem uma remuneração.
    como podem imaginar as carencias são muitas por isso venho por este meio apresentar-me à vossa ONG para a possibilidade de uma parceria com a nossa comissão educativa da diocese Católica de Lichinga. Se isso for possivel agradecemos toda a ajuda e prometemos colaborar convosco.
    sem mais um bem haja pelo vosso trabalho em querer aliviar os jóvens e as crianças de situações de miséria.
    obrigada espero resposta.

    • Sra. Olívia, agradeço seu comentário no Mosanblog, mas devo esclarecer que não tenho ou trabalho em uma ONG. Aliás, não trabalho em ONG justamente por não ter conseguido encontrar nenhuma por aqui que fuja a este padrão de altos salários e gabinetes extra-confortáveis para os consultores, enquanto os beneficiários se perpetuam na miséria.

      Parabenizo o vosso trabalho, por meio da diocese, e tenho certeza que encontrarão apoio financeiro em ONGs ou até mesmo pela igreja que mantém a diocese, uma vez que as igrejas, em todo o mundo, costumam ter muitos recursos e podem direcioná-los para os países mais desfavorecidos.

      Abraços e boa sorte em sua missão.

      Sanflosi.

  3. ONG ou qualquer entidade que abrace um projeto para conscientizar a população e para mudar a realidade de comunidades carentes tem que fazê-lo como se parte integrante daquela comunidade fosse. Onde menos tem que se gastar é com as despesas administrativas do projeto. Nada é mais eficaz que o exemplo, a prática, o fazer fazendo. Isso sim dá resultados e não um “power point”. Usamos muito esta expressão no meio da consultoria 😦


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: