Jùjú

A música nigeriana tem forte influência no desenvolvimento da musicalidade de várias regiões do continente africano. Além de influenciar outras nações, a música da Nigéria reúne gêneros populares genuínos do país e funde com ritmos nativos de outros países, como o Congo, por exemplo. Os gêneros mais populares da Nigéria são Apala, Fuji, Jùjú e Eu-pop.

O elemento essencial da música nigeriana é a polirritmia, onde dois ou mais batuques diferentes são tocados simultaneamente. O método africano de compasso, com padrão assimétrico de ritmo também é uma técnica presente. Para além disso, a Nigéria tem hoje as tecnologias mais avançadas em seus estúdios de gravação.

Entre os tantos gêneros desenvolvidos nas diversas regiões da Nigéria, destaco hoje o Jùjú, criado na década de 1920, nas zonas urbanas. Com o tempo, foram incorporados ao gênero a guitarra e o acordeão, que não participavam no início. Parte dessa inovação se deu pelo trabalho de IK Dairo & the Morning Star Orchestra, formada em 1957.

Foi assim que Dairo começou a ganhar a fama que viria a se consolidar depois de “o pai da música Jùjú”. E quando se pensa em I. K. Dairo, a canção que vem à cabeça é Salome, lançada em 1962. Dairo não vive mais, mas sua música é eterna. Na gravação que trago abaixo apreciem a música e fiquem atentos ao chiado do disco ainda de vinil… sim, jovens, era assim que se ouvia música algumas décadas atrás.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2011/01/13/juju/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Santa ignorância: quando vi o título pensei que era uma Quinta Quente com uma CANTORA hahaha. Mas no caso, Jùjú é um rítmo kkkk.
    Pelo que pesquisei, realmente é nítida a diferença com a incorporação de outros instrumentos, notadamente do acordeão, como é o caso das músicas: Ko Wa Jo, Fonon Mi Hanmi, Feso Jaiye em que esse instrumento sobressai com a maior nitidez. Em contrapartida, nas canções Omolanke , Bonfo / Guluso, Mo Sorire o som do acordeão se mistura a outros instrumentos… Morreu novo o Isaiah Kehinde Dairo(1930–1996)! Ah, muito bom o alerta do chiado do disco ainda de vinil, porque tem gente da atual geração que realmente não ouviu música no bom e velho BOLACHÃO rsss. Bjs

    • Lúcia Agapito, sempre complementando a informação!

      😉

      Beijos.

      Sanflosi.

  2. Mais uma quinta quente. Nossa! o ano vai acabar rápido. e foi bom esse ritmo pois Brasilia hoje amanheceu com cara de inverno. Céu branco com um friozinho. Imagina como está a Diva hoje.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: