Domingo na Inhaca

É isso mesmo, passamos o domingo na Inhaca. Mas, diferente do que podem pensar os brasileiros, para os quais inhaca tem a conotação de coisa ruim, mal cheirosa, o domingo foi maravilhoso.

A ilha de Inhaca fica na entrada da baía de Maputo.

Mapa da baía de Maputo, com trajeto Maputo -  Inhaca

Pedro, o amigo das aventuras marítimas e tantas outras, nos pegou em casa às 7h10. No cais da baía de Maputo entramos no barco que sai 7h30. E sai na hora marcada. O passeio já começa legal, com a possibilidade de apreciarmos Maputo de fora.

Sandra no barco, com Maputo ao fundo

Duas horas depois, desembarcamos na ilha de Inhaca, um lugar paradisíaco.

Ilha de Inhaca

Mas o desembarque tinha que ter uma surpresa, para nos fazer lembrar que não, não é o paraíso. Antes de chegar ao cais, o barco parou. Então, um barquinho pequeno se aproximou para que as pessoas começassem a descer. Nos explicaram que era porque a maré estava muito baixa. Realmente, olhamos para o cais e vimos que na ponta onde o barco deveria atracar era possível ver a areia no chão. Conclusão, pulamos (literalmente) no barquinho e lá fomos. Só que aí surgiu um problema pessoal para mim. Sei que vou ser repetitiva, mas lá vou eu de novo contar que não gosto do mar porque ele vem com a areia. Então, quando estamos molhados e pisamos na areia, viramos bifes à milanesa (ou bife panado como se diz por aqui), o que me deixa em total desconforto, aflição, horror, pânico. Logo, quando vou à praia, não entro na água. Mas não tinha outro jeito. Para sair do barquinho, era preciso colocar os pés dentro da água. Bem rasinho, mas não importa. Molhado. Conclusão, antes das 10 horas da manhã eu já era um bife panado. Mas aí lembrei do dito popular: “quem está na chuva é para se molhar”. Então, já que o estrago estava feito, acabei entrando na água de novo ao longo do dia.

Ah, vale lembrar que o barquinho que nos levou até a beira da praia foi pago. MT 15,00 (R$ 0,70) por pessoa. É o valor de uma passagem de chapa (van) na cidade. Não destaco o pagamento pelo valor, mas pela estranheza da situação. Compramos a passagem de barco Maputo-Inhaca. Aí, antes de chegar no cais, o barco pára no meio do oceano e as opções são: ficar no barco até 15h para voltar à Maputo; pular na água ainda um pouco funda e sair nadando; pular no barco que cobra para terminar a viagem.

Praia da ilha de InhacaBem, depois de chegar em terra firme, paramos em um barzinho à beira da praia para beber alguma coisa e pensar no que fazer naquele dia de céu aberto e calor não insuportável, com brisa suave e oceano Índico azul esverdeado à nossa frente.

Por fim, decidimos nos juntar a um grupo que veio no barco conosco e pegamos um outro barco para a ilha dos Portugueses, que fica logo em frente e é uma reserva ecológica. Trajeto de menos de 10 minutos.

Aí sim desembarcamos no paraíso.

Praia na ilha dos Portugueses

Praia da ilha dos Portugueses

Mar na ilha dos Portugueses

Depois de curtir o mar até cansar e nos prometermos voltar lá muitas vezes ainda, torcendo sempre para que o lugar continue uma reserva, sem construções, sem sinais do que chamam civilização, voltamos para a ilha de Inhaca onde a maré já estava alta, com água já nos primeiros degraus do cais.

No entanto, o barco que leva até Maputo continuou não chegando até lá. Lá fomos nós até ele no barquinho menor. Duas horas depois estávamos de volta a Maputo, com o dia ganho.

Se você gostou e quer fazer o passeio, é importante saber os valores:

– barco Maputo – Inhaca: MT 200,00 (R$ 9,50)
– barco que leva do barco maior até a praia da ilha de Inhaca: MT 15,00 (R$ 0,70)
– ao chegar na ilha de Inhaca, MT 200,00 por pessoa. Taxa de turismo.
– ida e volta de Inhaca para a ilha dos Portugueses: MT 180,00 (R$ 8,50) por pessoa para a travessia
– barco Inhaca – Maputo MT 150,00 (R$ 7,15)

Lembre também que na ilha dos Portugueses não há nenhum tipo de comércio, portanto é bom levar ao menos água potável. Na ilha de Inhaca há algum pequeno comércio de alimentos e artesanato logo perto do cais, além do hotel Pestana.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/11/22/domingo-na-inhaca/trackback/

RSS feed for comments on this post.

5 ComentáriosDeixe um comentário

  1. ola! como estao? aqui e o Precidonio, bom eu estou fazendo um pzcote turistico para Ilha da Inhaca e ja pude ver algumas fotos e comentarios sobre a ilha e defacto tudo mostra que a praia e mesmo bela, e na semana 25 de Outubro irei para la, para melhor conhecer o local, abraco tchau

  2. Gostaria ver aí em Janeiro passar férias aí.

  3. Uau! Este domingo foi paradisíaco hein? Além de ter quebrado tabus: entrando no mar, nem que seja por motivo de força maior rsss. Ontem quando vi o tweet do Eduardo falando sobre a Ilha respondi que usava INHACA em outro sentido, mas a ilha é tão linda (olhei as imagens no google) que nem vou mais usar o termo hahaha. Esta última imagem aí em cima é sacanagem com os brasilienses kkk. Sensacional também ver a aventureira toda paramentada! Só uma pergunta de leigo: porque o barco Maputo – Inhaca custa MT 200,00 (R$ 9,50) e o barco Inhaca – Maputo custa MT 150,00 (R$ 7,15)? Bjs

    • Eu não entendi também o motivo da diferença nos valores de ida e volta. Se o valor não viesse marcado no bilhete, já ia achar que era mais uma história de mulungo sofredor para contar. Mas é isso mesmo. Todo mundo pagou assim.

      Beijos.

      Sanflosi.

      • Também me lembrei do mulungo, mas se a intenção fosse essa deveria ser o contrário: cobravam hiper caro a volta porque todo mundo teria que pagar, senão tinham que ficar na Inhaca sem ter como voltar kkkk. Vai entender né? Bjs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: