A cara do espanto

Fomos jantar em um restaurante. Qual é não importa aqui, porque esse não é um post da categoria Comes e bebes e sim de Impressões.

No fim do jantar, veio a conta. Ela sempre vem. Como se diz: não existe almoço grátis. Nem jantar. Sempre conferimos se está certa. Várias vezes já esteve errada. Ao contrário do que popularmente se acredita, nem sempre errada cobrando a mais. Já houve mais de uma situação em que esqueceram de cobrar algum item que foi consumido. O que me leva a crer que quando acrescentam itens não é, necessariamente, má fé.

O caso de hoje foi justamente um desses em que esqueceram de cobrar algo. Então, Eduardo viu a conta, observou a ausência da cobrança e chamou o maitre, como já fez tantas outras vezes na vida. Ao ser chamado por um cliente que tinha a conta logo à sua frente, o maitre já se aproximou curvando o corpo para ouvir bem o que lhe seria dito sem que o cliente precisasse levantar a voz.

Ficou meio de lado para o Eduardo, com o ouvido estrategicamente colocado, e de frente para mim. Isso me colocou em uma posição privilegiada. No momento que Eduardo explicou que a conta estava errada, porque tinham sido consumidas duas latas de coca-cola e só havia uma cobrada, eu vi a cara do espanto.

Em momentos como esse já vi sorrisos de alívio, expressões de felicidade, caras de desprezo, mas nunca antes eu tinha visto a personificação do espanto. Depois de ouvir e seus traços exprimirem o maior espanto já visto por mim, ele virou o rosto vagarosamente para o Eduardo e eu pude ver em seus olhos a certeza de que ele encarava um extraterrestre.

Então, ele balbuciou qualquer coisa como um agradecimento e foi buscar a máquina para efetivar a cobrança com cartão de crédito. No caminho, deve ter se apoiado em alguma parede para conter a vertigem e se recompor. Não vi, mas deve ter sido assim. Então, ele voltou e cobrou exatamente o que estava na conta, sem acrescentar a tal coca-cola.

Eduardo, que é um honesto incorrigível, quando foi assinar o papel do cartão, observou: mas o senhor não cobrou a coca-cola. E o maitre: “não, pela sua honestidade eu nem posso cobrar. Se todos meus clientes fossem como o senhor…”

Tive pena. É um restaurante bacana, não é nada simples. Está em um bairro nobre de Maputo e é frequentado por pessoas que chegam em carros caros, vestindo roupas de marcas famosas. Esse tipo de gente que gosta de gritar quando tem um erro na conta que favorece o restaurante, mas que finge não conferir a conta quando o erro prejudica o estabelecimento. E é com esse tipo de cliente que aquele maitre lida todo dia…

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/10/30/a-cara-do-espanto/trackback/

RSS feed for comments on this post.

5 ComentáriosDeixe um comentário

  1. olha!! bonito post, dona sandra!
    e suas trancinhasssssss! 😀

    beijo

  2. Acho que isso acontece muito, das pessoas errarem pra mais ou pra menos. Mas o melhor é a sensação que sentinos quando fazemos a coisa certa.

  3. Estou gostando das “confissões” dos leitores do Mosanblog.

    Quem mais pode se revelar extraterrestre? Vamos lá, estamos entre amigos, conte também sua história!

    Beijos.

    Sandra.

  4. Conheço essa cara. Fiz isso uma vez num supermercado. Sabem quando colocamos uma caixa de 12 litros de leite e tiramos um para passar no caixa, para não ter que carregar com tudo? Eu esqueci de dizer à senhora que havia mais 11 caixas no carrinho, ela não espreitou, eu não conferi a conta à saída (nunca confiro…). Por absoluta coincidência, ao carregar o carro abri a conta e dei pelo erro. Lá vou eu de volta para o supermercado pregar um susto na senhora 😀
    Que mundo patético este onde só extraterrestre é honesto… Quero voltar para o meu planeta…

  5. Realmente números são traiçoeiros e qualquer um pode enganar. Tenho a maior indignação com as pessoas que só reclamam quando o erro é contra elas… Não consigo fazer vista grossa nesse tipo de coisa, ainda mais porque sabemos que, via de regra, quem paga é o maitre. Então aqui tem outra extraterrestre rsss. Bjs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: