Voluntária

Já estava para fazer isso há algum tempo, desde a primeira vez que passei no número 2.305 da avenida Eduardo Mondlane e vi a placa Cruz Vermelha de Moçambique. Pois bem, outro dia estive lá e me inscrevi como voluntária. Agora é fazer alguns cursos, como o de primeiros socorros e outros necessários para os diversos tipos de trabalho da entidade, e pronto, entrar em ação, contribuindo para a missão da Cruz Vermelha.

fachada Cruz Vermelha de Moçambique

Princípios Fundamentais da Cruz Vermelha: humanidade, imparcialidade, neutralidade, independência, serviço voluntário, unidade e universalidade

A Cruz Vermelha Internacional é uma organização independente e neutra que se esforça em proporcionar proteção e assistência às vítimas da guerra e de outras situações de violência.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) foi fundado em 1863 e a ele foi outorgado um mandato legal pela comunidade internacional. Esse mandato tem duas fontes:

  • as Convenções de Genebra de 1949, que incumbem o CICV de visitar prisioneiros, organizar operações de socorro, reunir familiares separados e atividades humanitárias semelhantes durante conflitos armados;
  • os estatutos dos movimentos Internacional da Cruz Vermelha e Crescente Vermelho (países islâmicos), que incumbem a organização a empreender trabalho semelhante em situações de violência interna, às quais as Convenções de Genebra não se aplicam.

O CICV financia suas atividades com contribuições feitas pelos governos que participam das Convenções de Genebra, por Sociedades Nacionais de Cruz Vermelha e Crescente Vermelho, por organizações supranacionais (como a União Européia) e por fontes públicas e privadas. Todas as contribuições são voluntárias.

Entretanto, para responder às necessidades urgentes que surgem, o Comitê conta com a disposição de doadores para reunir os recursos necessários em curto espaço de tempo.

Hoje, há sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho em quase todos os países do mundo: 186 Sociedades Nacionais são reconhecidas pelo CICV e admitidos como membros da federação. Cada entidade trabalha em seu país de origem de acordo com os princípios da lei internacional humanitária e do estatutos do Movimento Internacional. Dependendo das circunstâncias específicas e das capacidades, as Sociedades Nacionais podem efetuar tarefas humanitárias que não estão diretamente definidas pela lei internacional humanitária ou pelo movimento internacional.

A Cruz Vermelha de Moçambique é reconhecida como sociedade voluntária de socorros, auxiliar das autoridades públicas, de acordo com os princípios fundamentais do movimento internacional da Cruz Vermelha estabelecidos na Primeira Convenção de Genebra de 1949. Foi fundada em 10 de julho de 1981, reconhecida pelo governo em maio de 1988 e pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha em setembro do mesmo ano. Hoje, conta com mais de 4.400 voluntários ativos (agora mais uma :D).

As áreas prioritárias de intervenção em Moçambique, desde 2001, são: preparação e resposta a desastres; combate contra HIV/SIDA (Aids); saúde e apoio social baseados na comunidade.

As principais operações já realizadas foram: operação contra a seca, com centros de reabilitação nutricional; operação de regresso a casa, de repatriamento de refugiados; programa para criança afetada pela guerra; buscas e reunificação familiar de crianças não acompanhadas; operação na passagem do ciclone Nadya; sensibilização sobre o perigo das minas e assistência às vítimas; operações em virtude de cheias no Sul e Centro do país.

Hoje, as atividades em vigor são: treino de pessoal, voluntários, membros de comunidades em preparação e resposta a desastres e logística; formação de voluntários e líderes comunitários em educação, higiene e cuidados pessoais, nutrição e apoio psicossocial básico para Pessoas Vivendo Com HIV/SIDA (PVCHS) e suas famílias; distribuição de preservativos através de canais culturalmente apropriados; identificação de redes sociais e facilitação da integração familiar de crianças órfãs; distribuição de redes mosquiteiras e educação sobre o seu uso; educação das comunidades sobre o uso correto e tratamento de água para beber; detecção de casos de má nutrição severa para referência para serviços de alimentação terapêutica; estabelecimento de contatos entre familiares através de mensagens Cruz Vermelha para prisioneiros e refugiados; atividades vocacionais, como costura, carpintaria, artesanato; facilitação de transporte de vítimas de minas para centros ortopédicos e apoio com a reabilitação social, entre outros.

Saiba mais, visitando o site da Cruz Vermelha de Moçambique.

Aqui, a história do Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e do Direito Internacional Humanitário.

Na Wikipédia você lê sobre o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/10/11/voluntaria/trackback/

RSS feed for comments on this post.

4 ComentáriosDeixe um comentário

  1. […] dia contei no post Voluntária que passava a ser voluntária da Cruz Vermelha de Moçambique, na delegação de Maputo. Pois […]

  2. Esses mais de 4.400 voluntários podem estar certos de que ganharam um reforço de peso. Parabéns Sandra! Muitas bênçãos no seu trabalho para que você possa continuar fazendo a diferença na vida das pessoas!!!

    • Obrigada pelas palavras doces e pela força de sempre!

      Beijos.

      Sandra.

      • O bom é que eles dão curso antes, assim prepara as pessoas. Porque muitas vezes vemos pessoas bem intencionadas mas que não sabem como agir e podem até atrapalhar. Não seria o seu caso, mas vai te preparar pra dar primeiros socorros e você vai poder ajudar muito.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: