Que chegue logo o futuro!

Notícia do jornal O País de 30 de setembro afirma: “No futuro, as cidades de Maputo e Matola – maiores consumidores – passarão a ter água 24/24”. De acordo com o Fundo de Investimento e Património do Abastecimento de Água (FIPAG), há 18 cidades em Moçambique que já se beneficiam de água potável sem retrição durante o dia. Como mostrei no texto Sem água, de menos de um mês atrás, a capital de Moçambique, Maputo, ainda não é uma dessas felizardas.

Mas, vejo agora no jornal que no futuro será. Esperemos pelo futuro, seja quando ele acontecer. Por enquanto, atentos a outra notícia do mesmo jornal, desde ontem estamos com os baldes, garrafas e tudo que pudemos cheios de água, porque a informação é de que a mesma FIPAG está paralisando por dois dias (1 e 2 de outubro) o fornecimento de água em Maputo e Matola.

A paralisação é por trabalhos de reabilitação e expansão do sistema de abastecimento dos dois municípios, assim como no distrito de Boane. De acordo com o jornal, cerca de 830 mil pessoas serão atingidas pela paralisação.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/10/02/que-chegue-logo-o-futuro/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  1. […] Quem quiser saber mais sobre a questão da água em Moçambique, pode visitar textos anteriores, como o Na trilha da cidadania, Sem água e Que chegue logo o futuro. […]

  2. Como as palavras tomam/têm sentidos diferentes dependendo do contexto, não é? 🙂

  3. Agora nem chuveiro engasgando hein? Futuro já!!!! Bjs


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: