Ninguém na liderança e orientações contraditórias no celular

Desde o início das manifestações contra a carestia dos produtos de primeira necessidade em Moçambique, no dia 1 de setembro de 2010, observei aqui e aqui, o quanto acho estranho e perigoso a greve-protesto ter sido deflagrada por mensagens de celular e não haver uma liderança apresentada, que possa servir de interlocutor entre o povo e o governo, que possa apresentar quais são as reivindicações efetivas que o povo traz.

O meu medo é que a disposição séria do povo contra as condições de vida acabe por ser abafada por cenas de baderna. Temo ainda que pessoas mal intencionadas se aproveitem das mensagens anônimas para incitar violência, que pode se tornar sem controle, especialmente em uma cidade como Maputo, onde há um homem armado à frente de cada casa, como segurança.

Ontem, quinta-feira, à noite, começaram as mensagens contraditórias: primeiro circulou uma dizendo que a movimentação continuaria e às 5 horas da madrugada estariam a manifestar em frente à casa do presidente Armando Guebuza; depois outra dizia para os compatriotas fazerem uma pausa pela manhã de hoje, até 12h, para poderem levantar dinheiro e fazer estoque de comida e bebida. Depois do meio-dia, era para voltar para casa e retornar ao trabalho só na quarta-feira, porque terça é feriado.

Fiquei na dúvida: era para ir para a casa do presidente? Era para ir às compras? Haveria comércio aberto? Ou era para ir à casa do presidente e depois às compras até meio-dia?

O que se deu foi que não apareceram na casa do presidente. Pelo menos, não vi nada e moro bem perto. Os bancos e o comércio, de fato, abriram e as pessoas estavam mesmo a fazer estoque. Aqui perto de casa foi o que vi. Não era uma preparação só para cinco dias, faziam grandes compras. Muita carne, muita água. Depois, não exatamente ao meio-dia, mas com o correr da tarde, as lojas foram fechando até que, às 17h, no centro de Maputo, restavam só algumas padarias abertas, com filas (bichas) enormes.

Os canais abertos de TV já não estão mais com programação especial e parece que as vias estão liberadas, sob forte policiamento. Dessa forma, quem precisa voltar para casa não está a ter grandes dificuldades. Mas não sabemos ainda como vai ser amanhã.

Esperemos as mensagens de ninguém que hão de pipocar nos celulares no fim da noite.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/09/03/ninguem-na-lideranca-e-orientacoes-contraditorias-no-celular/trackback/

RSS feed for comments on this post.

2 ComentáriosDeixe um comentário

  1. Menina! Quando vi a notícia na TV logo pensei em você. Como estão as coisas por aí? Realmente é incrível essa história de se chamar uma greve pelo celular… Caramba eu nunca tinha visto isso e esse detalhe me chamou a atenção. Como são as empresas de celular aí? É barato mandar mensagem assim, pra uma quantidade grande de pessoas? Enfim, continue nos escrevendo… Ah! Em tempo: adorei seu rasta! Ficou muito jóia!!! =D

  2. Que coisa hein? Tomara seus temores não se confirmem e a paz volte a reinar por aí… Beijos


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: