Depois da educação, saúde exige uso da moeda moçambicana

Em maio de 2010, o Banco de Moçambique emitiu um ofício obrigando a indicação de preços, faturação e cobrança no território moçambicano serem feitas em meticais e nunca em moeda estrangeira. No entanto, até hoje, várias instituições insistem na cobrança em outras moedas, como você já viu aqui no Mosanblog.

Na semana passada, tivemos a primeira boa notícia. E veio da área da educação. Foi proibido o pagamento de taxas em moedas estrangeiras nas instituições de ensino de Moçambique.

Agora, mais uma vez com alegria, trago notícia semelhante, na área da saúde. A direção do Hospital Central de Maputo, a maior unidade hospitalar do país, anunciou a proibição, desde o dia 20 de agosto de 2010, do uso de dólar para cobranças e pagamentos.

Por que tanto me alegram essas notícias? Oras, a moeda é um dos símbolos de identidade nacional. Valorizá-la é valorizar a soberania do país. Parabéns a mais essa conquista do povo moçambicano. A moeda oficial aqui é o metical. Quem quiser viver em dólar, real, euro ou qualquer outra moeda, que se estabeleça em outro lugar.

Leia nesse artigo informações oficiais do governo sobre a economia do país e a depreciação do metical.

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/08/27/depois-da-educacao-saude-exige-uso-da-moeda-mocambicana/trackback/

RSS feed for comments on this post.

3 ComentáriosDeixe um comentário

  1. […] foi sobre o uso de moedas estrangeiras para pagamento de serviços de saúde em Moçambique. Veja lá. E, então, Patrícia comentou: “No Governo Lula, um dos alívios que mais senti foi não […]

  2. Segundo grande vitória hein? Parabéns a Moçambique por mais essa conquista mesmo….

    Adorei a inovação do compartilhamento!

    Lucia Agapito

  3. O interessante é que logo que voce começou o blog, voce falou sobre isso e agora já está vendo essas mudanças acontecendo. Acho que vai ser muito legal acompanhar as mudanças de um país e espero que eles não demorem tanto como o Brasil demorou pra isso. No Governo Lula, um dos alívios que mais senti foi não ficar tendo noticias das “visitas” do FMI pra renegociar as dívidas. No livramos disso e hoje o Brasil é visto diferente no mundo todo.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: