Espaço para os Palops

Dando continuidade à apresentação de artistas dos Palops na Quinta Quente, como já vimos em Qual é a música? e Quinta Quente no Quinto — quando um autêntico representante dos Palops, o amigo David Borges, apresentou-se —, vamos hoje à Cabo Verde.

Mas antes, o que são os Palops, sigla muito falada aqui em África? São os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa, nomeadamente Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Por indicação do artista do nosso blog, David, trago hoje Bana. Nascido em 1932, começou a fazer sucesso na década de 1960, quando saiu de Cabo Verde pela primeira vez e foi apresentar-se em Dacar, fazendo espetáculos e participações em rádio.

Em 1966, juntamente com Luís Morais (no clarinete), Morgadinho (no trompete) e Toy de Bibia (na guitarra), formou o Conjunto Voz de Cabo Verde. O auge de sua carreira foi na década de 70, quando passou a produzir discos e chegou a lançar cerca de cinquenta do que seriam hoje os CDs. É considerado um embaixador da cultura musical caboverdiana pelo mundo.

Este mês ele foi entrevistado pelo programa Nova África, da TV Brasil. Confira aqui.

Com sua influência no meio musical, ajudou a formar e lançar músicos atualmente consagrados como Cesária Évora, Tito Paris, Paulino Vieira e outros que ainda veremos aqui no Mosanblog.

Com vocês, Bana, em dois momentos distintos, que mostram sua versatilidade e grande capacidade de interpretação:

Anúncios

The URI to TrackBack this entry is: https://mosanblog.wordpress.com/2010/07/01/espaco-para-os-palops/trackback/

RSS feed for comments on this post.

5 ComentáriosDeixe um comentário

  1. […] a maioria de seus oito irmãos. Nesse ambiente, aos sete anos já tocava guitarra. Compôs para Bana, Luís Morais e Cesária […]

  2. […] encorajada pelo compatriota Bana, realizou concertos em Portugal, onde ele estava exilado. De lá, foi convidada a ir para Paris, […]

  3. Acho que esse blog está te dando uma irmã gemea. O bom é que parece que é do bem.

  4. Que gostoso.E escutei aqui na Fenae, no meu foninho de ouvido salvador.

  5. A expressão “um pezinho na África” tem outro significado, eu sei, mas vou usá-la aqui pra dizer que eu tenho é “o corpo inteiro” no que se refere ao rítimo, som e musicalidade. A-d-o-r-e-i esse Bana no vídeo Fitchi Fatchi na Tracolanca. Tenho que encontrar para comprar rsss. Dei uma explorada nos vídeos do rodapé e adorei também Mexe Mexe. Outro primor foi este vídeo que também explorei na lista do Bana Querida: Bana – Lena – Mindelo (Cabo Verde, Cape Verde, Cap Vert). MuitoooOoooO bom. Parabéns por mais uma quinta musical direto de Moçambique!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: