O som do conhecimento

Meus dias têm sido muito cansativos ultimamente. Dirigir uma escola com cursos inovadores para o país, acompanhar compra, entrega, instalação de equipamentos, gerir muitos professores, todos os funcionários, alunos e visitantes, tudo isso não é fácil e preenche muitas horas do dia. Mas os dias têm sido muito alegres também. E a alegria é geralmente acionada quando chego à Academia de Comunicação e passo pelos corredores.

Orlando Mesquita após aula

O som que vem de dentro das salas, de professores e alunos falando, de vídeos sendo apresentados, de conhecimento sendo transmitido, é combustível para muitas horas de trabalho pesado. E a decisão mais acertada da grade de horários da escola foi colocar a primeira aula do dia, logo 7h da manhã, sob tutela do professor Orlando Mesquita. Uma hora e meia de aula, uma hora e meia de energia, bom humor e conhecimento profundo.

No meu passeio matinal pelos corredores, o som da gargalhada do Orlando é a maior compensação que posso receber por acordar cedo (e quem me conhece um pouco sabe o sofrimento que isso representa). As aulas de Edição de Vídeo têm servido para comprovar que conhecimento é alegria. Educação carrancuda, de aula somente expositiva, sem troca, sem participação dos alunos, com professor que fala, fala, fala, mas sem bom humor, sem descontração, sem animação e achando que sabe tudo é coisa do passado e lá deve ficar.

Conhecimento tem som e é um som de felicidade.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 191 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: